sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Poema + Admiro-o

Bom, hoje novamente estou postando aqui não sei porque estou postando tantas vezes acho que sinto necessidade nisso, mas é por uma causa nobre, vim falar de Henrique Abrantes :} um grande amigo, simpático, sincero, ótimo escritor, ótimo mesmo, quando começo a ler suas prosas se assim devo chamar, é quase impossível de parar, ele escreve alguns poemas, mas escreve mais sobre assuntos globais fala um pouco de tudo, gosto da forma como ele usa as palavras, sinceramente nunca gostei de português mas sinto algum tipo de atração por palavras bem colocadas, kkk se me entenderem. Ele sabe usa-las, e admiro isso nele. Bom a algum tempo eu estava criando um poema e ele me ajudou, na verdade seria uma mentira se disse-se isso, ele fez tudo completamente kkkk. Fiz apenas dois versos:

...
Se eu não sinto nadam além da dor, dor cruciante de quem já sofreu de amor, há de haver alguém que me entenda como o espelho para quem eu confidencio meus segredos, para quem me ouve sem julgamentos e sem malicia. Se eu não sinto nada além da dor certamente a morfina dos sentimentos me tornaram por completo e me estontearam ..

3 comentários:

  1. Fico muito feliz pelos elogios... Obrigado!

    Esse poema só foi possível por sua causa.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. magina você merece.
    Não seja modesto :}

    ResponderExcluir

Embaixo do meu travesseiro